A medicina sofre influência direta da evolução tecnológica e novos produtos são lançados no mercado médico frequentemente. Nem sempre essas inovações agregam mais valor aos pacientes e ao sistema de saúde, aumentando custos e criando uma inflação médica desnecessária.

O médico é quem entrega a inovação ao seu paciente e também avalia o benefício da nova jornada inserida na rotina dos profissionais de saúde envolvidos. Esta avaliação, porém, não é ensinada tradicionalmente no curso de medicina, pois aborda aspectos de gestão em saúde que afetam diretamente o sucesso econômico do consultório ou clínica médica.

Apesar da vigência dos conceitos da Saúde 4.0 como big data, internet das coisas e softwares em nuvem, existe uma necessidade de adaptação à jornada e aos cuidados relacionados aos pacientes ortopédicos. Observamos que o tratamento com imobilizações ortopédicas necessita de uma melhoria quanto a coleta de dados e na resolução das suas principais complicações de forma escalável, replicável e segura.

O desenvolvimento da Petlock Orthosis® e da Plataforma da Hefesto pela nossa  equipe multidisciplinar (médicos, engenheiros e cientistas da computação) evolui o tratamento com imobilizações ortopédicas customizadas e personalizadas. O estudo intenso e a resolução das principais falhas e complicações na utilização das órteses ortopédicas atuais demonstra inovações inéditas e disruptivas com grande impacto na qualidade de vida dos pacientes, otimização de custos e registro da jornada médico-paciente.

Assim, o mercado pode esperar um produto customizado melhor e com o potencial de extinguir em poucos anos as complicações das imobilizações gessadas, trazendo ao médico assistente a possibilidade de acompanhar seu paciente em tempo real de modo inédito e seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *