O QUE É MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS?

Medicina baseada em evidências (MBE) é definida como “o uso consciente, explícito e judicioso das melhores evidências atuais na tomada de decisões sobre o cuidado de pacientes individuais”.
O objetivo da MBE é integrar a experiência do médico assistente, os valores de pacientes e as melhores informações científicas disponíveis para orientar a tomada de decisão sobre o manejo clínico. 

 

OS DADOS EM ORTOPEDIA E NA MEDICINA EM GERAL

Na atualidade, já se diz que os dados são o novo petróleo, algo que possui enorme importância e valor, como já vemos em outros mercados. Porém, apesar dos esforços, observamos que ainda há uma enorme negligência e perda de dados importantes de tratamento e na Ortopedia não é diferente. Existem muitas etapas da jornada do paciente em que poderíamos coletar dados e não o fazemos ou coletamos de maneira equivocada, inadequada ou superficial, o que impede que façamos análises adequadas para prever desfechos.

A Inteligência Artificial (IA), tecnologia que hoje em dia está em moda, nunca terá efeito adequado se não tivermos alguns cuidados em relação aos dados que coletamos e a maneira que coletamos e entre esse fatores podemos citar a quantidade dos dados, a padronização deles e a maneira como pretendemos coletá-los e depois utilizá-los adequadamente para não gerarmos vieses nas decisões clínicas que pretendemos gerar a partir da sua análise

 

A HEFESTO E OS DADOS EM ORTOPEDIA

Dada a importância dos dados nesse contexto, temos a coleta e análise de dados referentes ao tratamento como um dos pilares do que a Hefesto pretende desenvolver para termos meios de avaliar e guiar as condutas, além de permitir a análise de desfechos, o que irá beneficiar pacientes e médicos e facilitará a comunicação e a relação médico-paciente.

A Hefesto Medtech por meio de sua plataforma digital deve oferecer ao ortopedista ferramentas práticas e seguras para mensurar e acompanhar a evolução do paciente nos diversos tipos de tratamento ortopédico, de maneira inovadora e seguindo os quesitos de integração, segurança e facilidade de coleta dos dados, para que possamos participar, juntamente com nossos colegas ortopedistas, dessa revolução da medicina do século 21.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *